• Voltar

    Agosto Dourado: amamentação é amor!

    No mês de agosto, se comemora o “Agosto Dourado”, o tema faz parte da campanha de conscientização sobre o aleitamento materno. 

    Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o leite materno é classificado como o alimento de ouro para a saúde das crianças. E ainda, na primeira semana do mês, entre os dias 1 e 7, se comemora a “Semana do Aleitamento Materno”.

    Aleitamento materno exclusivo padrão ouro

    O leite materno é o único alimento capaz de oferecer todos os nutrientes na quantidade exata de que o bebê precisa, garantindo o melhor crescimento e desenvolvimento, e não existe nenhum outro alimento capaz de substituí-lo, pois trata-se de um alimento vivo, econômico, que está sempre pronto e vem sem contaminação. 

    É tão incrível que ele muda de composição, sabor e volume durante todo o período de amamentação, inclusive do começo para o final da mamada e da manhã para a noite.


    Benefícios do leite materno para o filho

    A recomendação da OMS, do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira de Pediatria é:  aleitamento materno desde a sala de parto, exclusivo e em livre-demanda até o 6º mês, estendido até 2 anos ou mais.

    O leite materno tem tudo que é necessário para sua saúde do bebê, até mesmo a água. Seus nutrientes garantem uma boa nutrição para a criança durante os 2 primeiros anos de vida.

    A ligação entre mãe e filho se fortalece durante a amamentação, este momento é tão importante não só para a nutrição do bebê, mas também para o desenvolvimento emocional e cognitivo dele. 

    Já é comprovado que o leite materno protege a criança de infecções e garante uma vida mais saudável, como prevenir a obesidade infantil e depois na vida adulta. O desenvolvimento cerebral também é influenciado pelo leite materno, assim como a intelectualidade da criança. 

    Sendo comparado às vacinas, o leite materno funciona como anticorpos para o organismo do recém-nascido e se prolonga como resistência para a vida toda, mas o Ministério da Saúde reitera que as vacinas continuam essenciais.

    Benefícios da amamentação para a mãe

    Como já vimos, a amamentação gera um laço muito forte entre mãe e filho, mas ela ainda garante mais benefícios para quem amamenta. Vejamos mais alguns:

    - Perder peso após o parto; 
    - Diminui o risco de hemorragia e anemia; 
    - Reduz chance de diabetes tipo 2;
    - Reduz o aparecimento de câncer de mama, ovário e endométrio;
    - Redução da enxaqueca após o parto.

    Livre demanda

    As orientações são de que a mãe amamente por livre demanda, isso quer dizer, amamentar sempre que o bebê demonstrar sinais de fome, até que ele fique satisfeito.

    Segundo o Ministério da Saúde, o recém-nascido não terá frequência para as mamadas, portanto poderá variar de 8 a 12 vezes ao dia, o que é completamente normal, não representando que o leite não está sendo suficiente. 

    Amamentação é um direito! Proteja seu filho, a amamentação é essencial para uma vida mais saudável. 

    Voltar
 

Unidades

Encontre uma unidade próxima de você

 

Índice: Mapa de Localização.