• Voltar

    Ambientes úmidos causam rinite alérgica

    Frio com tempo seco é a combinação do inverno. Mas há locais onde o tempo é muito úmido, condição que pode ser desencadeadora de graves alergias. 

    Vários estudos científicos relacionam a maior chance de desenvolvimento de alergias em pacientes que vivem em ambientes úmidos, os quais contribuem para o desenvolvimento de ácaros e fungos, principais desencadeantes de crises de rinite alérgica.


    O Brasil está no grupo de países que apresentam as maiores taxas de prevalência de asma e rinite alérgica no mundo, sendo a rinite a de maior ocorrência entre as doenças respiratórias crônicas.


    Preparamos algumas dicas que podem contribuir para deixar o ambiente mais seguro na luta contra ácaros e fungos:

    - Verifique se existe alguma situação que favoreça a umidade em casa, tais como infiltrações e vazamentos;

    - Conserte vazamentos hidráulicos, evitando a proliferação de fungos;

    - Remova o mofo das superfícies visíveis, por exemplo, nos banheiros;

    - Utilize capas antialérgicas para colchões, almofadas e travesseiros. Essas capas devem ser impermeáveis, pois evitam a penetração da umidade e, consequentemente, o desenvolvimento de ácaros e fungos. A cada três semanas essas capas devem ser lavadas;

    - Retire todos os tapetes e carpetes, principalmente, do quarto de dormir;

    - Tome todas as medidas para reduzir a quantidade de poeira, tais como tirar os objetos que facilitam o acúmulo de pó e umidade tais como livros, revistas, bichos de pelúcia, entre outros;

    - Tente sempre arejar e deixar ventilando bem os ambientes da casa. Prefira casas bem ensolaradas;

    - Evite o uso de cortinas, prefira persianas. No caso de precisar manter as cortinas, essas devem ser leves e lavadas frequentemente;

    - Retire as roupas que ficam guardadas por muito tempo, lave-as e coloque-as ao sol antes de usar.

    Voltar
 

Unidades

Encontre uma unidade próxima de você

 

Índice: Mapa de Localização.